Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cartaz Noites de Queluz.jpg

O pianoforte Clementi é o protagonista, sexta-feira, dia 19. do recital inaugural do ciclo “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie”, no Palácio de QueluzO recital, na sala da Música, às 21:30, apresenta Stefania Neonato, que vai tocar o pianoforte de 1810, e a violinista Francesca Vicari, para interpretar duas sonatas de Wolfgang Amadeus Mozart para violino e piano, uma sonata de Giacomo Gotifredo Ferrari, e a sonata “Primavera”, de Ludwig van Beethoven.

“Devemos a Mozart o estabelecimento da ‘sonata para violino e piano’ tal como hoje a entendemos, isto é, com os dois instrumentos assumindo igual importância no discurso”, afirma o musicólogo Bernardo Mariano, numa nota sobre o programa. As duas sonatas do compositor austríaco foram editadas em 1781, em Viena.

Sobre este programa, o musicólogo realça a sonata “Primavera” de Beethoven, compositor “que seguiu (e transcendeu) as pisadas de Mozart”.

O ciclo prossegue no sábado, na sala do Trono, com o tenor inglês Ian Bostridge, apresentado pela organização como uma “referência mundial no canto lírico”, sendo acompanhado pela pianista Saskia Giorgini.

O recital “Dos salões londrinos até à sala de concerto” apresenta um programa composto por sonatas e ‘canzonettas’ de Joseph Haydn e o ciclo de canções “A Bela Moleira”, de Franz Schubert.

Para Mariano, este recital “configura uma possível homenagem ao celebrado tenor Raimund von Zur Mühlen (1854-1931), verdadeiro ‘pai’ do recital de ‘Lied’ enquanto forma autossuficiente de concerto público, sem esquecer que foi ele quem, em 1904, primeiro cantou em Inglaterra, o ciclo integral da ‘Bela Moleira’”.

 

StefaniaNeonato.jpg

Stefania Neonato

 

“Muera Cupido – A tradição musical teatral em Espanha em 1700” é o título do concerto no domingo à noite, na sala do Trono, pelo ensemble Accademia del Piacere, que atuou em julho último, no Palácio da Vila, em Sintra.

A Accademia del Piacere partilha o palco com a soprano espanhola Nuria Rial, “num programa que explora a introdução da música italiana no panorama músico-teatral” da Espanha nos inícios do século XVIII.

O ciclo prossegue no dia 27 de outubro, com uma série de quatro concertos até 04 de novembro.

No dia 27 de outubro, na sala da Música, é apresentado “O Sonho de Goya – O ‘salterí’ na Espanha galante (1750-1780)”, pelo ensemble Il Dolce Conforto.

Bernardo Mariano refere que este recital apresenta como, em Espanha, “na música instrumental, se tocava Domenico Scarlatti e Luigi Boccherini, mas também compositores nacionais como Manuel Canales ou os irmãos Pla”.

A estreia moderna da serenata “Perseo”, de João de Sousa Carvalho, “esquecida desde 1779”, acontece a 28 de outubro, na sala do Trono, protagonizado pelas sopranos Alena Dantcheva, Bárbara Barradas, Lucía Martín-Cartón, Frascesca Boncompagni, e pelo tenor André Lacerda, acompanhado pela orquestra Divino Sospiro, sob a direção de Vanni Moretto.

João de Sousa Carvalho (1745-1798) foi “o mais importante compositor português da sua época e expoente [em Portugal] do estilo pré-clássico”, tendo sido o compositor da corte que sucedeu Davide Perez e “deixou um apreciável número de óperas e de serenatas, além de numerosa obra sacra”.

Também na sala do Trono, mas no dia 03 de novembro, a Orquestra Barroca da Casa da Música, com Andreas Staier no órgão, apresenta “Portugal no mapa do barroco e um ‘hit’ de Boccherini”.

O concerto de encerramento do ciclo, no dia 04 de novembro, na sala do Trono, intitula-se “Mozart e o estilo napolitano” e é protagonizado pela soprano Raffaella Milanesi, acompanhada pela orquestra Divino Sospiro dirigida pelo maestro Massimo Mazzeo, diretor artístico deste ciclo no Palácio de Queluz.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter