Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




https_%2F%2Farquivos.rtp.pt%2Fwp-content%2Fuploads

 

O compositor e maestro Jorge Costa Pinto doou à Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) “o conjunto do seu vasto espólio, resultado de uma vida de criação e trabalho na área musical”, anunciou  a instituição.

Jorge Costa Pinto atuou como músico, pela primeira vez, aos cinco anos, em Anadia, e estreou-se aos 13, como baterista, ao lado do pai, na Orquestra Baía. Fez parte, posteriormente, da Orquestra Bolero e participou na primeira 'jam session' de jazz em Portugal, a poucas semanas da constituição do Hot Club Portugal, em 1948, organizada por Luís Villas-Boas, através do qual levou os seus primeiros agrupamentos de jazz à ex-Emissora Nacional.

Associado da SPA desde 1950, Jorge Costa Pinto doou um espólio constituído por 15 caixas de “material diversificado”, designadamente “pautas de piano e partituras, pelo material produzido para a Discoteca Básica, antigo projeto do Ministério da Cultura, e por reportório ‘bandístico’ e filarmónico português, área em que tem desenvolvido ampla investigação e divulgação”, refere a cooperativa de autores.

“O espólio fica agora devidamente protegido num espaço da SPA e, mais tarde, ficará disponível para consulta, análise e pesquisa”, afirma a instituição, que agradece ao músico “este ato de generosidade para com a cooperativa que representa os autores”.

 

JorgeCostaPinto.jpg

 

Recentemente, o músico apresentou, na sede da SPA, em Lisboa, o seu livro "Conversas sobre a história da música". Jorge Costa Pinto mantém, desde 2006, o programa radiofónico “Coreto”, na RDP/Antena 2, que divulga o trabalho das bandas filarmónicas portuguesas e estrangeiras.

Costa Pinto estudou música com Fernando Lopes-Graça, Francine Benoît, Jorge Peixinho e Louis Sager, em Portugal.

Nos Estados Unidos, no Berklee College of Music, em Boston, estudou com Herb Pomeroy, J.Progris, Alan Dawson. Tocou com Hazel Scott, Frederich Gulda, Marshall Brown e George Wein, entre outros músicos.

Ao longo da carreira fez parte de várias orquestras e atuou com artistas como Amália Rodrigues, Simone de Oliveira, António Calvário, Madalena Iglésias e António José.

Em 2003, apresentou no Festival de Jazz do Estoril a Big Band Jorge Costa Pinto. Com João Moreira dos Santos é autor do livro “O Movimento Filarmónico no Concelho do Montijo”.

Fotos: arquivo RTP/http://guedelhudos.blogspot.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter