Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




55320e57c46188fc758b45d9.jpg

I Congresso Internacional, em Portugal, sobre o navegador Cristóvão Colombo, a quem é atribuída a chegada dos europeus às Américas, em 1492, reúne-se em Lisboa, a partir da próxima quinta-feira.

O Congresso Internacional “Almirante Colón – um feito no Ponente”, decorre de 08 a 10 deste mês, na Academia de Marinha, em Lisboa, assinalando o 525.º aniversário da chegada a Portugal do navegador, no regresso da sua primeira viagem às Américas.

Colombo “desviou a sua rota de forma a chegar a Lisboa, e manteve-se em Portugal de 04 e 14 de março de 1493, tendo especial relevância os seus encontros com o Rei D. João II em Vale do Paraíso, na Azambuja, e de extremo significado o seu encontro com a Rainha D. Leonor em St.º António da Castanheira, em Vila Franca de Xira, a pedido desta”, assinala a comissão organizadora do congresso.

Segundo a mesma fonte, “enquanto os encontros com D. João II foram relatados pelos cronistas e são mencionados, ainda que sem grande profundidade, pela generalidade dos autores, o encontro com a sua mulher, D. Leonor, é praticamente ignorado por todos e dele apenas se teve conhecimento pelo registo do próprio navegador no seu Diário de Bordo”.

 

am.JPG

O congresso reúne especialistas nacionais e estrangeiros de diferentes áreas, que apresentarão comunicações sobre a época e o navegador, que, pelo contrato com os Reis Católicos de Espanha, Fernando e Isabel, tornou-se Almirante das Ilhas e Terra Firme.

Entre as comunicações, logo no primeiro dia, Luísa d'Arienzo, da Universidade de Cagliari, em Itália, falará sobre a colónia genovesa em Portugal, na época, e, neste mesmo dia, o investigador António Taveira abordará a heráldica de Colombo, Fernando Branco, da Associação Cristóvão Colón (ACC), leva ao congresso a data de nascimento do navegador, enquanto os investigadores António Mattos e Silva e José Mattos e Silva, também da ACC, apresentam a hipótese de Colombo ser filho de uma Imperatriz do Sacro-Império.

A comunicação “Distribución de los Benefícios, Ingratitud y Miseria en la Empresa del Descubrimiento de América: Cristóbal Colón, los Frailes de la Rábida y los Marinos Codescubridores”, por David González Cruz, da Universidade de Huelva, em Espanha, abre o segundo dia do congresso que conta com comunicações, entre outras, de João Silva de Jesus, do Centro de Humanidades da Universidade Nova de Lisboa, em que afasta a possibilidade, muito debatida pela comunidade académica, de Colombo ter nascido em Portugal.

Neste dia ao palanque do congresso, que decorre na Academia de Marinha, junto ao largo do Corpo Santo, em Lisboa, vão subir, entre outros, Carlos Baptista Valentim, Matilde Sousa Franco e o comandante Malhão Pereira, da Academia de Marinha, István Szászdi León-Borja, da Universidade de Valladolid, em Espanha, o major-general Campos Almeida, da Comissão Portuguesa de História Militar, e ainda a presidente da Academia Portuguesa da História, Manuela Mendonça, que encerra.

O terceiro dia do encontro científico é dedicado a visitas a diferentes locais de interesse histórico-cultural, como os conventos das Comendadeiras de Santos e o do Carmo, em Lisboa, o de Mafra e o Museu de Marinha, em Lisboa.

O congresso “Almirante Colón – um feito no Ponente” é organizado conjuntamente pela Associação Cristóvão Colón, Academia de Marinha, Comissão Portuguesa de História Militar e Academia Portuguesa da História.

A escolha de “um feito no Ponente” é justificada pela organização através de uns versos de Luís de Camões, no Canto X da sua epopeia “Os Lusíadas”, onde escreveu: “Mas é também razão que, no Ponente,/ Dum Lusitano um feito inda vejais/”.

Foto: DR

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter