Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

os_passaros_de_seda.jpg

O romance “Os Pássaros de Seda” e o conto infantil “Histórias de Muitas Cores”, ambos de Rosa Lobato de Faria (1932-2010), são reeditados esta semana, anunciou o grupo editorial LeYa.

“Por ocasião dos 85 anos que Rosa Lobato de Faria completaria, a LeYa relança esta semana algumas das suas obras mais importantes, uma nova edição, com nova capa, do romance ‘Os Pássaros de Seda’ e uma nova edição, em novo formato e com nova capa de ‘História de Muitas Cores’, que faz parte da Biblioteca Infantil Rosa Lobato de Faria, que saem com a chancela da Asa”, segundo comunicado do grupo editorial.
Na Bis, coleção de pequeno formato, haverá uma nova edição do romance ‘O Pranto de Lúcifer’ e a reedição de ‘Os Três Casamentos de Camila S.’, obra que este ano completa 20 anos de existência”, segundo a editora.
O romance “Os Pássaros de Seda” foi originalmente publicado em 1996, e segundo a mesma fonte “é um livro que opõe os valores perenes da infância, do maravilhoso e do amor à precariedade das paixões e da fortuna”.
“O Pranto de Lúcifer”, editado originalmente em 1995, foi a estreia literária de Rosa Lobato de Faria, e narra a saga de uma família que se guia pela arte e pelo amor, contada pela mais nova de quatro irmãs, Bernardette.

historia_de_muitas_cores.jpg

O conto infantil “História de Muitas Cores”, publicado em 2001 pela primeira vez, é ilustrado por Marta Albernaz e conta a história de Fá, uma menina de sete anos que caiu da bicicleta e partiu uma perna e tem de ficar em casa, deitada na cama, sem poder sair para brincar nem ir à escola. 

Rosa Lobato de Faria publicou mais de uma dezena de romances e em 2000 venceu o Prémio Máxima de Literatura pelo título “O Prenúncio das Águas”, editado no ano anterior.
“Romance de Cordélia” (1998), “A Trança de Inês” (2001), “O Sétimo Véu” (2003), “Os Linhos da Avó” (2004), “A Flor do Sal” (2005), e “As Esquinas do Tempo” (2008), são alguns dos seus títulos na área do romance.
Para o Grupo Leya Rosa Lobato de Faria “a partir da última década do século XX veio a revelar-se igualmente como uma das figuras cimeiras da nova literatura portuguesa, com obra nas áreas da poesia, do romance, do conto e do drama”.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter