Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

A Divino Sospiro apresenta o concerto"Diabolicamente Divino", dirigido pelo maestro Enrico Onofri, sendo solista o contatenor Filippo Mineccia, no dia 02 de fevereiro às 17:00, no grande auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

"O mal e o diabólico, protagonistas antitéticos do bem, mas igualmente uma das suas componentes fundamentais, são a temática principal deste concerto que propõe uma panorâmica exaustiva dos aspetos que caracterizam o mal na música e no melodrama do século XVIII", afirma em comunicado a orquestra.

 

 

Contratenor Filippo Mineccia

 

O programa inclui, entre outras peças, a abertura da ópera "Agripina", de Georg Handel, a sinfonia "La casa del Diavolo", de Luigi Boccherini, a ária "È la donna", da ópera "Fetonte", de Niccollò Jommelli, e a ária "I'l rimorso m'opprime il seno", da oratória "La conversione di S. Agostino", de Johann Hasse.

Nesta ária de Hasse, por exemplo, a dado passo o contratenor canta: "O remorso oprime-me o peito,/pois meu coração é atraído pelo pecado;/duvido, estou aflito,/e não consigo decidir-me".

Segundo a orquestra, "o mal e o diabólico sempre foram, sob todos os pontos de vista, protagonistas antitéticos do bem, e uma das suas componentes fundamentais, frequentemente a mais interessante".

"No 'mal' - prossegue a Divino Sospiro - sempre se fundiram os mais variados e coloridos sentimentos, como raiva, remorso, sentimento de culpa, misoginia, abuso de poder e vingança, o que faz com que as figuras dos malvados sejam com frequência extremamente fascinantes. É isto que torna tão atraente o lado obscuro do mundo e da humanidade".

De Handel, que abre o concerto, serão ainda interpretadas três árias "que testemunham o particular interesse e a riqueza de invenção por ele utilizados na valorização das personagens negativas, que são muito frequentemente o verdadeiro motor da acção dos seus dramas".

As árias são "Nella terra in ciel nell'onda", da personagem "Gernando", da ópera "Faramondo", "Dover giustizia amor", da ópera "Ariodante", interpretada pela personagem "Polinnesso", e "Pena tiranna", da ópera "Amadigi di Gaula", interpretada pela personagem "Dardano",

"Malvado e prevaricador é, de facto, o pérfido Gernando, que na ária 'Nella terra' promete uma furiosa vingança contra o seu inimigo e rival Faramondo. Ainda mais tétrico e decadente é Polinnesso, personagem lúgubre e sinuosa que do início ao fim da ópera 'Ariodante' planeia a conquista do poder através dos meios mais sinistros", sublinha a orquestra no mesmo comunicado.

A Divino Sospiro traça, aliás, um paralelo entre as personagens "Polinnesso" e "o despótico Jarba, figura extremamente negativa e rancorosa, verdadeiro motor da ação da ópera 'Didone Abbandonata', de Leonardo Vinci", da qual neste concerto é interpretada a ária "Tra lo splendor del trono".

 

 

Maestro Enrico Onofri

 

Fazem ainda parte do programa do concerto árias de duas óperas de Attilio Ariosti, "Venga pur quel si terribile" e "Nel tuo figlio", respetivamente das óperas "Tito Manlio" e "Caio Marzio Coriolano", o Concerto para cordas em sol menor, de Antonio Vivaldi, a ária "Frena cotanto orgoglio", da ópera "Talestri", de Jommeli, e ainda a abertura da ópera "I Pellegrini al sepolcro di Cristo", de Hasse, de quem será também interpretada uma ária da oratória "La conversione di S. Agostino".

Fotos: Divino Sospiro/CCB

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter