Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




8f6ddd9a42d50d76892ef0f5f34220fc_XL.jpg

O pianista Adriano Jordão toca, sábado, dia 14, com o Quarteto Arabesco, no Palácio Foz, em Lisboa, num recital solidário com o Centro Padre Alves Correia (CEPAC), organização católica que apoia imigrantes.

O recital é constituído inteiramente por peças de Robert Schumann (1810-1856) e as receitas revertem para o CEPAC, instituição de solidariedade social, fundada em 1992 pelos Missionários do Espírito Santo, que acompanha imigrantes em situação de exclusão.
Adriano Jordão, de 70 anos, desempenhou, nos últimos anos, a função de Conselheiro Cultural na Embaixada de Portugal no Brasil. Nasceu em Angola, em 1946, e foi aluno de Helena Sá e Costa, tendo mais tarde estudado nos Estados Unidos como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e, em Paris, sob a orientação de Yvonne Lefèbure. Além de concertista, foi fundador do Festival Internacional de Música de Macau, que dirigiu durante cinco anos.
O pianista foi laureado em diversos concursos nacionais e internacionais, nomeadamente com o 1.º Prémio do Concurso Internacional Debussy, em França.
O Arabesco é um quarteto de cordas que, segundo informação na sua página na Internet, tem previsto este ano um ciclo de concertos com o pianista Adriano Jordão, no certame Dias da Música, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, que se realiza em finais de abril. Apresentará o Requiem de Mozart, numa versão para quarteto de cordas, e, em colaboração com o ensemble Concerto Campestre, apresentará, também no CCB, a Serenata "L’Angelica", de João de Sousa Carvalho.
No ano passado o Quarteto Arabesco apresentou o “Magnificat em Talha Dourada”, de Eurico Carrapatoso, e a Missa Breve, de Carlos Garcia, entre outras peças, como “As sete últimas palavras de Cristo na Cruz”, de Haydn, na Semana Santa de Óbidos.
O quarteto, que se estreou em 2006, é constituído por Denys Stetsenko (primeiro violino), Raquel Cravino (violino), Lúcio Studer (violeta) e Ana Raquel Pinheiro (violoncelo), e já realizou “mais de 170 concertos”, segundo dados na sua página na Internet.
O recital solidário com o CEPAC abre a programação musical da sala dos Espelhos do Palácio Foz, que tem previsto outros concertos, nomeadamente o dos laureados do Concurso Vasco Barbosa, no dia 16, também às 18:00, com entrada gratuita.
Os laureados são José M. Freitas, em violeta, António L. Silva e Luís Costa, no piano, e Fernando Costa, em violoncelo, que interpretarão obras de Georg Anton Benda, Rebecca Clarke, Frederic Chopin, Luís de Freitas Branco.
Também com entrada gratuita, no dia 19, à mesma hora, realiza-se o recital de piano pela egípcia Moushira Issa, que interpretará peças de Louis-Claude Daquin, Carl Philipp Emmanuel Bach, Franz Schubert, Chopin, Ludwig van Beethoven e Isaac Albeniz.
Finalmente, no dia 30, também às 18:00 e com entrada gratuita, recital pelo pianista brasileiro, Aleyson Scopel, que tocará obras de Mozart, Alexander Scriabin, Chopin e Franz Liszt.

Foto: ExpressodasIhas/FMS

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter