Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

 

O músico sérvio Slobodan Trkulja, líder da banda Balkanopolis, compôs uma canção para apoiar as vítimas das recentes cheias nos Balcãs, e convidou a fadista Mariza para a interpretar.
"O que eu tinha em mente era tentar encontrar a melhor maneira, como músico, de ajudar as pessoas afetadas pelas cheias, e convidei, para se juntarem a mim, outros músicos amigos, até para expandir a captação de verbas, e a primeira pessoa a quem liguei foi à Mariza”, afirma o músico sérvio, num comunicado divulgado pela Lusa.
Para Trkulja, Mariza “era a escolha óbvia pela sua voz esplendorosa e o carisma, mas também pelas muitas semelhanças entre portugueses e sérvios, até na música”, acrescentou.
O músico sérvio fez a primeira parte de um dos recentes concertos da criadora de “Ó gente da minha terra”, em Belgrado.
Mariza deslocou-se à Sérvia e à Bósnia-Herzegovina, os dois países mais afetados pelas cheias do passado mês de maio, e gravou a canção “Petrion”.
A letra da canção é um dos salmos de David, cantada no antigo idioma sérvio, a música é de Slobodan Trkulja, que a produz com Marko Milatovi, e a mistura ("mixagem") é do engenheiro de som Tchad Blake, já distinguido com um Grammy.

 


Além de Mariza participam no projeto musical a Balkanopolis, a Metropole Orchestra, da Holanda, o músico grego George Dalaras, a cantora russa Pelagea, e os guitarristas Dominik Miller, que toca na banda de Sting, e David Rhodes, na de Peter Gabriel.
A canção está disponível na Internet e as receitas dos “downloads” revertem, através da Cruz Vermelha, para o Fundo de Solidariedade à Sérvia, Bósnia-Herzegovina e Croácia.
Em dezembro, na Arena de Belgrado, realizar-se-á um concerto com os vários artistas, cuja receita reverterá também para o Fundo de Solidariedade.
Esta não é a primeira vez que Mariza participa num projeto solidário internacional. Em 2010 foi uma das cantoras convidadas pelo produtor discográfico espanhol Javier Limón para participar no CD "Mujeres de Mar", dedicado às iranianas perseguidas, nomeadamente por cantarem em público. O projeto incluiu alguns concertos, nomeadamente no Teatro Rialto, em Madrid.

Fotos: DR/FMS

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter