Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Coros.jpg

 

O maestro Paulo Lourenço é o primeiro presidente da Coros Portugal - Associação Portuguesa de Música Coral, organização constituída no princípio deste mês, em Lisboa.

Acompanham Paulo Lourenço na direção, Sérgio Fontão, vice-presidente, Fátima Nunes, Ágata Ricca e Pedro Ferreira. A mesa da assembleia-geral é presidida por António Gonçalves, e o conselho fiscal por Gonçalo Gouveia, informou a associação.

Entre os objetivos da associação consta a “realização de um levantamento dos coros existentes em Portugal e de um inquérito que permita aprofundar o conhecimento da realidade coral portuguesa”, assim como a “criação de uma rede nacional de coros, tendo em vista o estreitamento de laços artísticos entre grupos dos mais diversos pontos do país”, segundo comunicados da associação

A realização de “’workshops’ para coralistas, em modo de ensaio aberto, dedicados a diferentes estilos musicais” e a “organização de eventos para a formação de coralistas como workshops de técnica vocal, línguas estrangeiras na perspetiva do canto”, são outros dos objetivos da recém-criada associação.

 

ConcertoparticipativoGulbenkian.jpg

Maestro Paulo Lourenço

 

A Coros Portugal - Associação Portuguesa de Música Coral tem objetivo de “melhor promover e dar a conhecer a música coral”, disse à agência Lusa, o maestro Sérgio Fontão.

A associação partiu da “necessidade sentida de haver uma associação que representasse a música coral e que fosse operacional”, justificou.

Sérgio Fontão disse já ter existido uma associação de coros de Lisboa, que funcionou entre finais da década de 1970 e meados da seguinte, e que chegou a haver uma federação de coros, que não se encontra operacional.

Na associação podem inscrever-se coralistas, músicos, maestros e “apaixonados pela música coral”, disse Sérgio Fontão.

A ideia da Coros Portugal - Associação Portuguesa de Música Coral começou a ser trabalhada em julho, quando se realizou um primeiro encontro informal do qual saiu uma comissão instaladora, constituída pelos maestros Paulo Lourenço, Vera Batista, Ágata Ricca, Pedro Santos Ferreira e Sérgio Fontão.

A associação visa “criar e realizar projetos que promovam o desenvolvimento da música coral no país e representar a música coral portuguesa dentro e fora de fronteiras, preenchendo assim uma lacuna que há muito se faz sentir”.

Entre outras iniciativas, a associação projeta fazer um levantamento do número de coros existentes em Portugal, a criação de uma rede de coros, "que facilite a informação e o acesso" a estes organismos, a promoção de cursos de formação e a realização de um encontro anual de coros, disse Sérgio Fontão.

Segundo o maestro, “um levantamento feito apontou para a existência de cerca de um milhar de coros” em Portugal.

Fotos: DR/FCG(Paulo Lorenço)/FMS

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter