Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




LUISA AMARO_BR.JPG

 

Luísa Amaro antecipa o seu novo álbum num recital com amigos no Museu da Música, em Lisboa, na próxima semana, cujas receitas revertem para a Associação dos Amigos do Museu da Música, à qual preside.

O recital "Luísa Amaro & Amigos" realiza-se no dia 28 às 19:00 e com a guitarrista vão estar os músicos Gonçalo Lopes e Paulo Sérgio, que participaram no seu álbum “Argvs” (2015), e também Leonor Padinha e Heloísa Ribeiro.

Em declarações à agência Lusa, a guitarrista afirmou que o recital é “uma forma de angariar verbas para a associação que se tem pautado pela promoção, divulgação e dinamização da programação artística do Museu Nacional da Música”, atualmente na estação de metropolitano do Alto dos Moinhos, em Lisboa, cita o DN.

Paralelamente, acrescentou Luísa Amaro, visa “divulgar a importância que têm estas entidades, como uma forma da sociedade civil participar e estar atenta a um património que é de todos, numa perspetiva participativa ativa”.

O recital é “também uma forma de atrair novos associados”, acrescentou.

Luísa Amaro estudou guitarra no Conservatório Nacional de Lisboa e prosseguiu os seus estudos em Barcelona com a guitarrista argentina Maria Luisa Anido (1907-1996).

Em 1984, Luísa Amaro começou a tocar com Carlos Paredes (1925-2004), que acompanhou até à retirada do autor de “Verdes Anos” dos palcos.

Desde 1996, Luísa Amaro, como concertista, a solo ou com outros músicos, tem-se apresentado em vários palcos nacionais e estrangeiros.

Segundo nota do Museu Nacional da Música, “a sua forma de compor traduz uma busca incessante de novas envolvências tímbricas e de um repertório diferente para um instrumento carregado de tradição simbólica ligada ao fado”.

Como guitarrista e compositora, Luísa Amaro editou os álbuns “Canção para Carlos Paredes” (2004), “Meditherranios” (2009) e “Argvs” (2015).

Quanto aos “amigos” que a acompanham, o clarinetista Gonçalo Lopes faz parte, atualmente, do projeto de música medieval Trabucos, Leonor Padinha toca flauta de bisel e faz parte do Coro de Câmara de Lisboa, Heloísa Monteiro é licenciada em Guitarra Clássica, pelo Conservatório Nacional de Música de Lisboa e tem-se dedicado à divulgação da cultura musical e poética de Cabo Verde, e, finalmente, Paulo Sérgio, é jornalista, e tem-se apresentado como pianista a convite de Luísa Amaro.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter