Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

Hélder Moutinho realiza três espetáculos na Bélgica, em que apresentará o mais recente álbum, “1987”, editado há um ano.

O fadista, que será acompanhado por Ricardo Parreira, na guitarra portuguesa, Marco Oliveira, na viola e Ciro Bertini, no baixo, inicia esta mini digressão na no dia 30 de janeiro no Bozar, em Bruxelas.

Da capital belga, o criador de “Noite em claro” segue para a região da Flandres, onde atua em Leopoldsburg, no dia 31 de janeiro, no Centro Cultural local, e no dia seguinte no Handelsbeurs, na cidade de Gent.

Esta não é a primeira vez que o fadista, e também poeta e produtor de espetáculos, atua na Bélgica, onde se apresentou o ano passado integrado no Quinteto Lisboa, e atuou a solo em 2008.

“1987” conta “quatro histórias que se cruzam num palco”, sendo cada história de uma autor: João Monge, José Fialho, Pedro Campos e o próprio Hélder Moutinho.

"O disco está estruturado em quatro histórias de quatro autores - um deles sou eu, e os outros, meus contemporâneos, são o José Fialho, o Pedro Campos e o João Monge, mas, ao contrário do CD, em que as letras são sequenciais, no palco irei cruzá-las", explicou o fadista.

Os seus poemas respondem a um mote autobiográfico, “os dias da Liberdade”, os de Pedro Campos, “imaginam a vida da ‘Maria da Mouraria’, enquanto os de João Monge contam ‘a história de um desencontro’ e os de José Fialho, que se estreia como letrista, relatam ‘a ressaca de uma relação, explicou o fadista de 44 anos.

A maioria das composições são originais, tendo o fadista registado apenas duas melodias tradicionais, o Fado Menor (popular) e o Esmeraldinha, de Júlio Proença.

As composições inéditas são assinadas por autores como João Gil, Marco Oliveira, Frederico Pereira e o próprio Helder Moutinho. Pedro Campos assina todas as músicas das suas letras.

O álbum foi gravado no Palácio dos Marqueses de Tancos, no bairro lisboeta da Mouraria, e foi produzido por Frederico Pereira.

Helder Moutinho gravou o primeiro álbum, "Sete fados e alguns cantos", em 1999, cinco anos depois da sua estreia como fadista.

Além de intérprete e poeta, cantado por outros fadistas, nomeadamente Mísia, Maria Amélia Proença, Joana Amendoeira e Marco Oliveira, Helder Moutinho é também produtor musical e agente artístico, organizando, entre outros eventos, as noites de fado no Castelo de S. Jorge, em Lisboa, por ocasião das Festas da Cidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter