Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




logo_gda.jpg

A GDA colocou 'online' o catálogo das Edições Fonográficas apoiadas pela cooperativa de Gestão dos Direitos dos Artistas (GDA) e pela Fundação GDA, coordenado pelo consultor musical Nuno Galopim, em http://www.fundacaogda.pt/pt/fundacao-gda.

Nesta primeira fase, o catálogo é disponibilizado apenas 'online', referenciando o artista ou grupo, notas biográficas, fotos oficiais, título da obra, ano de edição, alinhamento, ficha técnica, distribuidora, imagem da capa do álbum, e ainda o ano e o âmbito do apoio concedido.
“Esta informação será progressivamente enriquecida, nomeadamente com a inclusão de todas as fotografias oficiais dos artistas e respetivas notas biográficas, bem como conteúdos editoriais, e 'samples' dos fonogramas”, refere a GDA em comunicado.
“O catálogo será sistematicamente atualizado à medida que novas obras forem sendo criadas e editadas”, sublinha a GDA.
A apresentação desta primeira fase inclui uma “mostra ilustrativa de 20 fonogramas ('samples' até 30 segundos), representativos do conjunto das edições fonográficas apoiadas”.
Esta “mostra” visa “realçar a diversidade de estilos musicais, o grau de notoriedade e o momento da carreira dos artistas envolvidos nos apoios”.
O catálogo, num total de 200 CD, inclui nomes como JP Simoes, OrqueStrada, Amélia Muge, Noiserv, Bruno Borralhinho ou a Orquestra Gulbenkian, dirigida por Pedro Neves, entre outros.

 

CDCOVER.jpg

Numa segunda fase, a concretizar no próximo ano, está previsto a edição de um livro e de um CD. 

Em perspetiva está também “a edição de um CD, de raiz curatorial, que deverá incluir 20 faixas ilustrativas do conjunto, numa perspetiva de uma compilação de ‘Essencials’, ou’Best Of’ do catálogo”, assinala a GDA.
“Pretende-se com este processo de pesquisa, de recolha de informação e investigação associados à catalogação das obras, à sua listagem e enquadramento, ao trabalho editorial e à sua divulgação pública, disponibilizar um serviço, antes de mais aos próprios artistas”, refere a Fundação GDA.
A Fundação GDA visa, deste modo, “criar um arquivo com sentido histórico e um instrumento de trabalho que possa servir fins pedagógicos, académicos e de análise e investigação para quem se debruça sobre estas matérias”.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter