Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




1082.jpg

 

O romance “Os Maias”, de Eça de Queirós, o pintor Domingos Sequeira e o compositor Vianna da Motta são alguns dos protagonistas das emissões filatélicas deste ano.

“Os CTT voltam, em 2018, a destacar personalidades, obras e datas históricas que marcaram a definição do que é ser português nos últimos 250 anos”, lê-se em comunicado.

Além do romance “Os Maias”, de Eça de Queirós, cuja publicação completa 130 anos em 2018, as séries filatélicas a emitir ao longo do próximo ano celebram os 250 anos do nascimento do pintor Domingos Sequeira, autor, entre outras, de pinturas nos palácios da Ajuda e no de Mafra, e os 200 anos do nascimento de outro pintor, Tomás da Anunciação, autor, entre outras obras, da tela “Amores de Aldeia”, uma das encomendas feitas ao pintor pelo Rei D. Fernando, marido de D. Maria II.

A dupla efeméride do pianista e compositor Vianna da Motta - os 150 anos do nascimento e os 70 anos da morte -, é também assinalada no Plano Filatélico Nacional. 

Outra personalidade homenageada é o historiador Vitorino Magalhães Godinho que morreu em 2011, autor da “História Económica e Social da Expansão Portuguesa” (1947), e de “O ‘Mediterrâneo Saariano’ e as Caravanas do Ouro — séculos XI ao século XVI” (1956), que introduziu em Portugal a nova corrente historiográfica promovida pela Revue d’Annales d'Histoire Économique et Sociale.

Vitorino Magalhães Godinho completaria este ano 100 anos.

Os selos portugueses deste ano vão assinalar outras efemérides, nomeadamente, os 250 anos da Imprensa Régia, criada por decreto do Rei D. José, os 250 anos do Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa, os 150 anos da Companhia das Águas de Lisboa, e os 50 anos da Comunidade Islâmica de Lisboa, criada em 1968 por um grupo de jovens estudantes muçulmanos, oriundos das ex-colónias portuguesas.

O Plano Nacional Filatélico celebra também os patrimónios imateriais da humanidade, “materializados nos processos de fabrico de chocalhos [no Alentejo] e da louça de barro preto de Bisalhães”, em Vila Real.

Outra série filatélica evocará o centenário do armistício da I Grande Guerra e da batalha de La Lys, onde tropas portuguesas, vencidas pelas forças inimigas, numericamente superiores, registaram milhares de mortos.

 “Os CTT irão prosseguir com mais uma emissão filatélica de comemoração dos 500 anos do Correio em Portugal, que se comemora em 2020. A emissão, ainda em preparação, será produzida de um modo inovador, com os olhos postos no futuro, e promete surpreender”, afirma a empresa postal.

“Estas emissões filatélicas dos CTT vão prolongar-se ao longo do ano, quase semanalmente, e reafirmam o compromisso dos CTT de homenagear e divulgar a cultura e a história de Portugal”, afirma a empresa postal, referindo que se trata de emissões “destinadas a um público colecionador, mas que são válidas para circulação postal”.

“A homenagem a outros elementos que ajudam a definir o que é ser português prolonga-se com as séries dedicadas aos doces regionais enquanto património gastronómico nacional, às borboletas de Portugal, um tema que ganha relevância quando mais se discutem as consequências das alterações climáticas na biodiversidade, e às raças pecuárias autóctones nacionais, um tipo de património genético adaptado ao nosso terreno e clima, e que são um fator diferenciador da produção portuguesa”, afirmam os CTT.

“Serão também emitidos selos onde a arquitetura e a engenharia são protagonistas, lembrando pontes e casas do Mediterrâneo”.

A “Eletricidade em Portugal”, a “História da Navegação à Vela” e “O Chocolate em Portugal” motivam emissões que darão lugar também à edição de livros.

A filatelia portuguesa está entre as mais premiadas do mundo, fruto dos temas e do recurso aos melhores ‘designers’, artistas e especialistas na preparação das emissões”, realçam os CTT.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Visitas

Flag Counter