Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Conceição Lopes_CasinoEStoril.jpg

 “Migrantes”, de Conceição Lopes

 

A pintora Conceição Lopes é homenageada este ano no âmbito do XXXVII Salão Internacional de Pintura Naïf, que abre no dia 28, na Galeria de Arte do Casino Estoril.
Este é “o mais emblemático salão internacional dedicado à ‘pintura naïf’”, disse à agência Lusa o diretor da galeria, Nuno Lima de Carvalho, cita o DN.
“É inquestionável que se deve à Galeria de Arte do Casino Estoril a exclusividade da divulgação da valia e da importância da linguagem naïf no contexto da nossa arte contemporânea. Os números são deveras significativos: nas 36 edições realizadas participaram 558 artistas, que apresentaram cerca de 4.700 obras”, sublinhou Nuno Lima de Carvalho.
Para o responsável este é um percurso que “tem dado frutos”, e sublinhou que “é significativo que todos os anos esta é a exposição mais visitada de todas as organizadas” pela galeria.
Sobre a “pintura naïf”, o galerista cita o pintor Júlio Pomar, segundo o qual esta é “uma arte concebida sem pecado” e refere que outros “grandes artistas plásticos”, como Francisco Relógio, Carlos Botelho, Martha Telles, Thomás de Mello/Tom, Artur Bual e Manuel Cargaleiro são “apreciadores” desta vertente pictórica.
Nesta edição, em que se apresentam 60 obras de diferentes artistas, é homenageada a pintora Conceição Lopes, nascida em 1942 em Panoias, no concelho de Ourique, no Baixo Alentejo, “e que é uma referência nacional dentro desta modalidade”, disse Lima de Carvalho.
“No seu currículo constam exposições individuais e coletivas realizadas, além de, Portugal, em Espanha, Brasil, Bélgica, Turquia e Luxemburgo, e foi distinguida com numerosos prémios, em grandes exposições internacionais e está representada em exigentes coleções particulares portuguesas e estrangeiras”, realçou.
Para Lima de Carvalho, o quadro , “é um perfeito exemplo da ‘pintura naïf’ no seu estado puro, trabalho que retrata o fenómeno dos fluxos migratórios, utilizando cores primárias, falta de perspetiva e a atenção dispensada aos pormenores, tudo características fundamentais desta modalidade pictórica”, argumentou.
Além de Conceição Lopes, estão representados no XXXVII Salão Internacional de Pintura Naïf do Estoril, os pintores Alcindo Barbosa, Luísa Caetano, António Poteiro, Francisco da Silva, Bento Sargento, Emil Pavelesco, Feliciana, Manuel Castro, Zé Cordeiro, Dulce Ventura, Elza Filipa, Leonel Pereira, António Réu, e Richard Smith, entre outros.
Esta exposição, que “prova que esta modalidade evoluiu e que está bem viva”, está patente até 12 de setembro.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter