Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Liliana Martins - Corpo-Fado - Capa.jpg

 

“Corpo-Fado” é o título do álbum de estreia da fadista Liliana Martins, que inclui 11 temas inéditos, na sua maioria com melodias originais, mas também em fados tradicionais como o Fado Magala, de Raul portela, para uma letra de Fernando Gomes dos Santos, “A vida passa depressa”, ou o Fado Perseguição, de Carlos da Maia, para uma outra letra também de Gomes dos Santos, “Deste-me o teu corpo”.

Entre os inéditos, refira-se o tema de abertura, de autoria de Paulo Espírito Santo, “Tango de um amor proibido”, com música de Valter Rolo, “Como os romances de cordel” e “Resto da tua vida”, ambos de Tiago Torres da Silva e V. Rolo, “Cai a noite”, de Cátia Silva e Manuel Graça Pereira.

“Ninguém nos faz naufragar” é interpretado por Liliana Martins e como faixa extra, em dueto com Vânia Fernandes, vencedora do Festival RTP da Canção em 2008.

Este não é o único dueto do CD, outro convidado especial é Maurício Cordeiro, com quem interpreta “Esta Lisboa que eu amo”, de Aníbal Nazaré, Frederico Valério e Fernando de Carvalho, canção da revista “Férias em Lisboa”, levada à cena no extinto Teatro Monumental , em Lisboa, em 1964, tendo sido interpretada por Simone de Oliveira.

A outra recriação do CD é o fado “Confesso”, de José Galhardo e Frederico Valério, uma criação de Amália Rodrigues, na década de 1940.

O álbum conta um total de 13 faixas, mais uma extra, é produzido por Valter Rolo, e Liliana Martins é acompanhada à guitarra portuguesa por Micael Gomes, à viola por Carlos Garcia, José Canha, no contrabaixo, Valter Rolo, ao piano, e Vicky Marques, na percussão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

mcf-2016-affiche.jpg

 

O grupo feminino do coro sinfónico Lisboa Cantat representa Portugal no Festival Internacional de Montreux, que se inicia na quinta-feira, participando na modalidade “vozes iguais” e nos programas obrigatório e livre, disse à Lusa fonte do grupo, cita o Observador.

A 52.ª edição do Festival de Coros de Montreux termina no sábado, com o anúncio dos vencedores nas diferentes modalidades, e conta com a participação de 11 coros internacionais e um suíço, que participam nos concursos internacionais, e cinco coros suíços que participam no concurso nacional.
O coro de vozes femininas portuguesas, sob a direção do maestro Jorge Carvalho Alves, concorre no programa obrigatório na sexta-feira de manhã, na Salle del Castillo, em Vevey, localidade a sete quilómetros do centro de Montreux.
Com as portuguesas concorrem o Te Deum Adoramus Chamber Ensemble, da Bulgária, o Gloria Brunensis, da República Checa, e o Coro Filarmónico Vozes da Primavera, da China, que se apresentam de manhã.
Ainda nesta modalidade, mas à tarde, concorrem o Coro Jovem Feminino, da Ucrânia, o Amarylca, da Bélgica, o Coro Feminino de Raniza, da Bielorrúsia e o Coro da Universidade de Masaryk, da República Checa.
À noite, a concurso, também nesta modalidade, apresentam-se o Coro Feminino Magnificat, da Hungria, o Vokal Ensemble Voices der Musik Schule Münchenstein, da Suíça, o grupo vocal infantil Kivi, da Lituânia, e o Feminin Pluri-Elles, de França.
As portuguesas do Lisboa Cantat voltam a apresentar-se a concurso no sábado à tarde, no programa livre, que decorre no Auditório Stravinski, em Montreux, em que competem com os mesmos coros do programa obrigatório.
Neste mesmo palco, de manhã, realiza-se o concurso nacional helvético, ao qual se apresentaram os coros mistos Choeur Musec, Sierrénade, Pourchoeur Vikal Ensemble e o Choeur Mixte Paroissial de Treyvaux, e ainda o coro feminino FrauenchorFrauen.
A entrega dos distintos galardões está prevista realizar-se no sábado à noite, também neste auditório.
A “festa coral” tem início na quinta-feira, na Praça do Mercado, no centro de Montreux, com a participação de todos os coros, num total e 300 coralistas, acompanhados pela U.S. Army Field Band and Chorus, dos Estados Unidos, com um programa que inclui canções da banda britânica Queen, que gravava regularmente nesta cidade helvética, e peças de Ludwig van Beethoven e John Williams, entre outros.
O concerto oficial de abertura está marcado para a noite de quinta-feira, na Salle del Castillo, em Vevey, com a participação dos diferentes coros, grupos convidados e a Orquestra Sinfónica de Sopros da Fanfarra do Exército suíço.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 1/12



Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter