Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

Edifício em construção na área outrora ocupada pelo Cinema Europa.

 

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou a compra, por 1,42 milhões de euros, do piso térreo do novo edifício que ocupa o espaço onde outrora se edificou o Cinema Europa, em Campo de Ourique.

Segundo a imprensa, no piso adquirido pela autarquia vai funcionar um espaço cultural, com uma biblioteca e uma sala polivalente.

A proposta foi aprovada por maioria, com os votos contra do PSD e do CDS, e com a abstenção do MPT e do BE, descendio agora o documento baixa à comissão de Cultura da Assembleia Municipal.

O Cinema Europa, demolido 2010, foi inaugurado na década de 1930, e era um dos ícones do bairro de Campo de Ourique, cuja traça original é do arquiteto Raul Martins. Até 1981 foi utilizado como sala de cinema e integrou o Inventário da Arquitetura Moderna, da Direção-Geral do Património Cultural. Na fachada encontrava-se uma escultura em alto-relevo, da autoria de Euclides Vaz. A colocação da escultura de Euclides Vaz representando a Europa foi no âmbito de uma segunda intervenção, em 1958, sob égide do arquiteto Antero Ferreira. Posteriromente, "o Europa" foi utilizado como estúdio de televisão para programas gravados com público, entre eles, o “1,2,3” e "Arca de Noé".

 

 

Antigo Cinema Europa.

 

A primeira tentativa de aquisição do edifício pela Câmara aconteceu em 1983, mas não foi bem sucedida por falta de disponibilidade financeira do município. Em 2005 formou-se um movimento informal de cidadãos, o “SOS Cinema Europa”, que tem lutado pela criação de um espaço cultural público. A Assembleia Municipal tomou posições nesse sentido. No âmbito do Orçamento Participativo de 2010, o movimento apresentou uma proposta para “dotar Campo de Ourique de um equipamento cultural, aberto a todos os públicos e com gestão e horários flexíveis”, criando, no piso térreo uma biblioteca/mediateca e uma sala polivalente. A proposta foi a segunda mais votada, e foi-lhe destinada uma verba de 690 mil euros.

 

 

Pormenor da escultura de Euclides Vaz.

 

Fotos: Nacal/FMS

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter