Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

 

 

No âmbito das celebrações do 1.º de Dezembro, no sábado, dia 30 de novembro, a partir das 10:30, várias corporações de bombeiros, com as respetivas fanfarras, e erguendo as diferentes bandeiras nacionais - desde a fundação de Portugal em 1140 até à atual, que tem 113 anos -, desfilam em Lisboa do Largo de S. Mamede, ao Príncipe Real, até ao Palácio da Independência, no Largo de S. Domingos, passando pelo Largo do Rato, Rua Alexandre Herculano, Rua de Santa Marta, Rua de São José e Rua das Portas de Santo Antão.

Também no sábado às 18:45 a Camerata Amicis, dirigida pelo maestro Carlos Silva estreia num concerto no salão nobre da Associação Comercial de Lisboa, a peça “Triptikus”, para saxofone alto solo, tímpanos e orquestra de cordas, de José Martins.

Além da estreia da peça de José Martins, serão interpretadas peças de Carlos Seixas, Alexandre Almeida, José Vianna da Motta e João Sousa Carvalho.

A Camerata Amicis foi fundada o ano passado e surgiu, acima de tudo, da amizade de diferentes músicos portugueses e da vontade de traduzir esses laços de união em música”.

A base do repertório desta orquestra de cordas atravessa toda a história da música desde Vivaldi, Mozart, Haydn, Dvorak, Tchaikovsky a Elgar, mas é também uma janela aberta à experimentação e inovação dando especial relevo à música dos nossos dias.

Neste concerto serão solistas, Ricardo Pires (saxofone) e Miguel Herrera (Tímpanos).

 A Sociedade Histórica da Independência de Portugal no sábado, dia 30 de novembro, às 16:30 no Auditório do Liceu Camões, em Lisboa um recital de canto e piano intitulado “Sons da Nossa Identidade II”.

Participam no recital cantores líricos Ana Ferro, Ana Tomás, Conceição Galante, Madalena Leal de Faria, Sandra Medeiros, Sara Braga Simões, João Merino, Jorge Martins, José de Eça, José Manuel Araújo, Luís Rodrigues, Nuno Vilallonga que serão acompanhados pelos pianistas Armando Vidal, Francisco Sassetti, Paul Karthaus e Rafael Azevedo.

Alberto de Moraes, Alfredo Keil, autor do Hino Nacional, António Fragoso, Artur Santos, Eurico Carrapatoso, Filipe de Sousa, Filippe Duarte, Francisco de Lacerda, Fernando Lopes-Graça, Hernâni Torres, Joly Braga Santos, Jorge Croner de Vasconcelos, José Vianna da Motta, Luís de Freitas Branco, Luís Costa, Nuno Côrte-Real, Ruy Coelho e Tomás de Lima são os compositores escolhidos.

No âmbito das comemorações do 1.º de Dezembro, Dia da Restauração, o Museu do Oriente organiza no domingo, dia 01 de dezembro, às 15:00, “uma visita orientada à exposição ‘Presença Portuguesa na Ásia’, para, através de algumas das peças mais emblemáticas, os participantes viajarem até à cidade de Macau”, segundo comunicado da instituição.

"Cidade do Nome de Deus de Macau, Não Há Outra Mais Leal" foi o nome oficial concedido por D. João IV para designar Macau, “como recompensa pelo facto de se ter mantido fiel à coroa portuguesa durante os 60 anos de ocupação filipina”.

Ao longo desse período [1580–1640], a bandeira espanhola nunca foi hasteada” no território de Macau.

D. João, duque de Bragança, foi o quarto com este nome que ocupou o trono de Portugal, tendo iniciado o reinado após a conjura dos 40 nobres que restaurou a independência de Portugal, pondo fim à dinastia dos Habsburgo de Espanha que detinha a coroa portuguesa.

Também no domingo, às 16:00, no Palácio de Fronteira, em São Domingos de Benfica, em Lisboa, a catedrática de literatura Vanda Anastácio fará a apresentação de um recital de poesia cuja temática é o movimento da Restauração de 1640.

Os poemas, que serão comentados também por Vanda Anastácio, serão lidos por Fernando Mascarenhas, Maria Adelaide Hidalgo e pela própria catedrática.

“O 1.º de Dezembro é uma data fundamental na história de Portugal, sem a qual não existiria a nacionalidade portuguesa”, afirma em comunicado a Fundação das Casas de Fronteira e Alorna que realiza o recital.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter